Apenas o meu corpo é velho...

Atualizado: 14 de Fev de 2020



És Velho, disse um dia uma criança a olhar para mim!

Sou velho, mas ainda assim tenho os mesmos sentidos!

Os meus olhos ainda que com alguma névoa, vêem o arco iris;

Os meus lábios, ainda sentem o beijo de um alvorecer;

Os meus dedos ainda sentem a pele, mesmo que a envelhecer

Os meus ouvidos ainda ouvem a música que me enche o coração

O meu nariz ainda sente o cheiro do orvalho matinal.

Sou velho, mas por dentro todo o meu ser ferve com vontade de viver, na minha calma aparente;

todo o meu eu grita no silêncio que me ocupa;

Todos os meus sentidos borbulham e tentam aguentar na esperança de, um dia, voltar a brotar.

Afinal... não sou velho!

Aprendi a gritar calado;

a chorar para dentro;

a ver para lá do horizonte

a ouvir os sons do silêncio, nos gestos dos outros

a saborear cada segundo com maior intensidade!

Sou velho...que bom que tenho o privilégio de percorrer um caminho mais longo.

Que continue a ter a capacidade de envelhecer e aprender a cada segundo que... cada segundo a mais é uma dádiva negada a muitos


Ana Figueiredo 10-04-2019

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Borboleta

Serei